Bandoneon Fest mantém viva a alma germânica

0
86

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinvlle, vereador Odir Nunes, representou o legislativo na abertura de uma das mais legítimas festas do meio rural do Norte catarinense: a “Bandonoin Fest”, na sua 11ª edição, realizada domingo, dia 15, na Sociedade Rio da Prata, em Pirabeiraba. Com a casa completamente lotada mais de 50 instrumentistas de várias cidades de São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e até da Argentina proporcionaram um domingo com muita música, dança e comidas típicas da cozinha alemã. Odir lembrou que o bandoneon é um instrumento que possui forte identidade com as tradições germânicas e Joinville é o berço catarinense de tocadores de bandonho, como é conhecido. Para o parlamentar a Bandoneon Fest mantém forte a identidade com as origens dos descendentes de alemães que foram os primeiros imigrantes de Joinville. Emocionado, o idealizador da festa, Dionisio Trapp agradeceu a presença do público e lembrou que o “evento é a cara da cidade”. E o mais importante, segundo Trapp, é que, o interesse de crianças em tocar bandoneon é a esperança de que a tradição deste instrumento continuará vivo. Assim como já acontece em sua família, onde o pai Dorival Trapp enaltece três de seus netos, Eduardo, André, de 15 anos e Gabrieli, de 13, que dominam o bandonion e participaram da festa promovendo um bonito espetáculo. Odir Nunes destacou a atuação da família no evento afirmando que, foi graças aos Trapp que o bandoneon foi mantido vivo em Pirabeiraba que transformou-se no maior núcleo de bandoneonistas de Santa Catarina. Também participaram da festa o deputado estadual Darci de Matos e o ex-prefeito Nilson Vilson Bender.{jcomments on}

Fotos: Nilson Bastian

{loadposition 110516b}