Câmara terá desfibrilador

0
101

A Câmara de Vereadores terá em suas dependências um Desfibrilador Automático Externo (DEA), um sofisticado equipamento baseado em microprocessadores cuja finalidade é o socorro a vítimas que tenham sofrido problemas de desfibrilação, ou seja, paradas cardíacas. O pedido partiu da vereadora Tânia Eberhardt, que desde 2005 apresentou no legislativo matérias defendendo a instalação do equipamento em locais onde circulam em média duas mil pessoas. Aprovada em 16 de março de 2009, a lei complementar nº 294/09 não está sendo cumprida no município. O presidente do legislativo, vereador Odir Nunes, após receber o memorando da vereadora, se comprometeu em instalar o equipamento e dar o exemplo.

O poder legislativo sai na frente. Infelizmente a lei não está sendo levada a sério lamenta a vereadora.

Outro assunto de relevância para a comunidade é referente ao transporte público. Através do requerimento nº 13/11, o vereador Adilson Mariano quer a constituição de uma Comissão Especial para estudo e análise do sistema do transporte coletivo em Joinville, sua tarifa, planilha de custos, legislação, estrutura de fiscalização e controle. O contrato vigente do transporte coletivo na cidade está para expirar, por isso a preocupação do vereador com as futuras licitações e a qualidade dos serviços prestados. O requerimento será analisado na próxima terça-feira, dia 22, no plenário da Câmara.{jcomments on}