Comissão de Saúde debate direitos dos idosos

0
61

A Comissão de Saúde, Assistência e Previdência Social da Câmara de Vereadores de Joinvile, reunida na tarde de hoje, com representantes da União Joinvilense dos Grupos da Terceira Idade (Ujati), discutiu assuntos relativos a assistência aos grupos da melhor idade. A reclamação de muitos grupos é que não estão mais recebendo benefícios que durante muitos anos lhes eram assegurados, como o quite café, nos encontros de integração, lazer e entretenimento. De acordo com a secretária Municipal do Bem-Estar Social, Rosemari Costa, os programas voltados aos idosos sofreu um significativo corte dos recursos que eram repassados do Governo Federal para a prefeitura, para custear o Programa de Apoio à Terceira Idade e dos R$ 102 mil que eram destinados, atualmente somente R$ 7,8 mil estão chegando na prefeitura.

 Diante desse quadro, poucos grupos de um total de 70 que congrega 4 mil idosos, cadastrados nos cinco Centros de Referências da Assistência Social estão recebendo algum tipo de benefício. Rosemari Costa lembrou que, foi aprovada na Câmara Federal o Sistema Único de Assistência Social que passa a valer a partir de 2012, implantado uma ampla política para o setor e que permitirá a regulamentação de recursos para o setor. Até então, sugere a secretária, que os grupos procurem o Conselho Municipal do Idoso (CMI) para ir até o prefeito e tentar a conquista de benefícios para a categoria. A vereadora Tânia Eberhardt lembrou da importância da organização dos grupos da terceira idade que avançou muito em proporcionar mais qualidade de vida para os idosos. O vereador Adilson Mariano defende uma política pública ampla que atende verdadeiramente a todos os idosos, ao invés de “dar migalhas” ao beneficiar alguns em detrimento de outros.{jcomments on}

Foto: Sabrina Seibel