Hospital Bethesda ativa centro cirúrgico

0
65

Inaugurado na última sexta-feira, o centro cirúrgico do Hospital Bethesda, de Pirabeiraba. O legislativo joinvilense foi representado pelo presidente, vereador Odir Nunes e os vereadores Manoel Francisco Bento e José Cardozo. Com a ativação das duas novas salas cirúrgicas e a central de materiais esterilizados haverá uma considerável redução da demanda reprimida de pacientes que aguardam numa fila, existente em Joinville e região, que estima-se soma mais 60 mil pessoas, aguardando procedimentos como consultas, exames e cirurgias, de pequena, média e grande complexidade. De acordo com o presidente do Conselho da instituição, Décio Krelling, foram 14 meses entre o início da reforma, ampliação daquela ala, e a aquisição de todos os equipamentos, móveis e utensílios, que contou com R$ 250 mil oriundos das economias da Câmara de Vereadores, R$ 480 mil obtidos de doações e mais R$ 230 oriundos do Governo do Estado, totalizando R$ 960 mil.

O centro cirúrgico possui capacidade funcional para realizar cirurgias ginecológicas, vasculares, gastrointestinais, urológicas, oftlamológicas, oncológicas, ortopédicas, e nas áreas de otorrinolaringologia e herniorrafia. Nos próximos dias o Bethesda espera disponibilizar 14 leitos na modalidade de Hospital Retaguarda para participar do mutirão de cirurgias da Secretaria de Estado da Saúde (SES). “Recentemente assinamos termo aditivo ao convênio com a SES, através do Fundo Municipal de Saúde onde foram contratados 4.450 procedimentos ambulatoriais, 159 hospitalares, 7.998 oftalmológicos, totalizando 12.607 procedimentos/mês”, relatou Krelling.

O presidente do legislativo, Odir Nunes expôs que possui forte ligação com a instituição, onde conheceu sua mulher, que ali trabalhava como enfermeira, onde nasceram seus filhos e que em toda sua trajetória política sempre dedicou atenção especial. “Recentemente a Câmara de Vereadores destinou R$ 250 mil para a compra dos equipamentos necessários para ativação do centro cirúrgico e mais R$ 80 mil para a aquisição de um moderno gerador de energia. No próximo mês de fevereiro a câmara destinará mais R$ 28 mil para a instituição Bethesda e R$ 110 mil para o Hospital São José comprar um carro de anestesia”, explicou o parlamentar. E lembrou ainda que, o choque de gestão implantado no legislativo permitiu destinar R$ 805 mil para a saúde pública de Joinville para consultas, exames e cirurgias, através de convênio com o CIS/Amunesc (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Nordeste de Santa Catarina/Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina). 

Para o prefeito Carlito Merss a ativação do centro cirúrgico do Bethesda será importante porque ofertará mais serviços na área da saúde pública de Joinville que hoje recebe 35,5% do orçamento do município. Ele fez um apelo ao secretário de Estado de Saúde, médico Dalmo Claro de Oliveira para que o Hospital Regional funcione 100% de sua capacidade de atendimento para aumentar a oferta de serviços, assim como o Hospital Infantil e a Maternidade Darci Vargas para aliviar o São José e atender os joinvilenses. O secretário disse que as características de hospital filantrópico poderá ampliar as condições de atendimento do Bethesda, que é um dos poucos filantrópicos do Estado. Ele reclamou da burocracia existente no atual modelo estatal que dificultam as ações de desenvolvimento na saúde pública. Dalmo de Oliveira disse que hoje as maiores demandas estão nas consultas e exames com especialistas e cirurgias eletivas. O recado do secretário é para que, os hospitais façam bons projetos de ampliação no atendimento e na qualidade que terão apoio do Governo do Estado.

Fotos: Nilson Bastian

{loadposition 111128}