Pedagogas pedem ajuda na comissão de Educação

0
50

Formadas em pedagogia em 2010, Elaine Stein Duarte e Ana Luiza Rohling não tiveram seus diplomas aceitos pelo setor de Recursos Humanos (RH) da Prefeitura de Joinville para contratação temporária. Segundo elas, o RH não aceitou os diplomas alegando que falta a área específica de atuação, como educação para séries iniciais e educação infantil impressa no documento. No entanto, as pedagogas alegam que existe uma resolução de 2006 onde consta que o diploma de pedagogia é pleno, abrangendo todas as áreas de ensino.

Para solucionar o impasse, elas procuraram a comissão de Educação da Câmara. Nesta tarde, a vereadora Dalila Leal, presidente, e o vereador Alodir Cristo, receberam as estudantes para debater a questão. “O RH da Prefeitura não acompanhou as últimas resoluções. O diploma deve ser aceito”, analisa o vereador Cristo. A vereadora Dalila vê a situação como grave. “Tem gente perdendo concurso público, é muito sério”, destaca.

Os vereadores irão convidar o RH da Prefeitura, o Conselho Municipal de Educação e todas as instituições de ensino que oferecem o curso de pedagogia para discutir a questão. A reunião está pré-agendada para a próxima quinta-feira, dia 26, às 15 horas.{jcomments on}

Foto: Sabrina Seibel