22 C
Joinville
sexta-feira, 9 dezembro 2022
spot_img
Home Notícias Destaque do Dia Plenário dispensa EIV nas faixas rodoviárias para atividades que não envolvam grandes veículos

Plenário dispensa EIV nas faixas rodoviárias para atividades que não envolvam grandes veículos

0
Plenário dispensa EIV nas faixas rodoviárias para atividades que não envolvam grandes veículos

O Plenário aprovou nesta segunda-feira (26) o Projeto de Lei Complementar nº 23/2020, que altera a Lei de Ordenamento Territorial (LOT). O projeto dispensa a necessidade de Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) nas situações de atividades comerciais, industriais ou de prestação de serviço de pequeno ou médio porte que queiram aplicar o zoneamento de faixa rodoviária quando houver saída do imóvel para a rodovia e também por outro logradouro.

Uma emenda apresentada no Plenário, entretanto, ainda fixou a exigência de EIV para os empreendimentos que resultarem na movimentação de veículos de grande porte, como caminhões. O autor da emenda é o vereador Adilson Girardi (MDB), que é também o autor do projeto de lei, e a emenda foi proposta, atendendo a uma solicitação da Secretaria de Planejamento Urbano. O texto atual da LOT não prevê dispensas do EIV (laudo sobre como uma atividade afeta uma determinada região da cidade) para atividades nesse zoneamento.

O texto do projeto aprovado faz ainda uma definição das características das atividades urbanísticas de pequeno, médio ou grande porte. O projeto propõe as seguintes medidas:

  • Grande porte: são as atividades realizadas em edificações com área igual ou superior a 5 mil m²;
  • Médio porte: atividades realizadas em edificações que tenham entre 500 m² e 5 mil m²;
  • Pequeno porte: atividades realizadas em edificações com menos de 500 m².

Para indústrias, há apenas as definições referentes ao grande porte, que são aquelas realizadas em áreas edificadas de mais de 5 mil m².

Essa alteração no artigo dos conceitos, das definições da LOT, foi proposta porque, segundo Girardi, pode haver uma confusão entre o que é porte no campo do urbanismo e porte em relação à economia. Enquanto no primeiro campo a referência é à área ocupada, argumenta o vereador, no segundo é à quantidade de empregados de uma organização.