Políticos suíços visitam Joinville e revivem a história

0
73

A líder do Partido Social Democrata da Suíça e ex-deputada federal daquele país, Ursula Hafner, e o seu marido, também ex-deputado, porém cantonal, Dieter Hafner, visitaram hoje a Câmara de Vereadores de Joinville. O casal é membro da Associação de Parceria Schaffhausen-Joinville, entidade que gere na Suíça as relações institucionais entre as duas cidades, declaradas “irmãs” em novembro 2007.

Ursula e Dieter vieram a Santa Catarina principalmente a turismo, mas também para reviver um pouco da história que liga a maior cidade do Estado ao cantão suíço. De acordo com o historiador Dilney Cunha, da Fundação Cultural de Joinville, aproximadamente 450 imigrantes deixaram Schaffhausen entre os anos de 1851 e 1856 para se tornarem alguns dos primeiros moradores joinvilenses.

Por conta disso, está em produção pela Júpiter Filmes, produtora de Curitiba, um documentário dramatizado que contará como era a vida na Suíça daquela época, como e por que houve a vinda dessas 450 pessoas para cá, como era a vida em Joinville e o que aqui encontraram e como se estabeleceram estes imigrantes nos anos subsequentes. A película está orçada em R$ 700 mil, dos quais R$ 120 mil foram patrocinados pelos governos suíço e cantonal de Schaffhausen.

Em Joinville, a Companhia Águas de Joinville, segundo Dilney Cunha, captou via Lei Rouanet de Incentivo à Cultura R$ 90 mil. A Buschle & Lepper também contribuiu, assegura o historiador, que espera que mais empresas joinvilenses se sensibilizem e contribuam financeiramente.

A expectativa é que os recursos possam ser captados até julho, para quando estão previstas as gravações em Joinville. Em Schaffhausen, elas já foram feitas em abri lde 2009. A companhia aérea Swissair, inclusive, já teria aceitado veiculá-lo nos seus voos entre Brasil e Suíça e vice-versa, adiantou Cunha.

O casal Hafner e demais integrantes da comitiva – dentre eles o cônsul honorário da Suíça em Joinville, Alberto Holderegger – foram recebidos pelo presidente da Câmara, vereador Odir Nunes, e demais vereadores, uma hora antes do início da sessão ordinária desta quarta-feira.

O casal recebeu dois livros – o que conta a história da família Vogelsanger e o que conta a história da Câmara de Vereadores de Joinville. Dieter foi à tribuna e abordou um pouco da história compartilhada pelas duas cidades e o trabalho que vem sendo realizado para que as relações sejam estreitadas ainda mais.

Ursula e Dieter estão surpresos com a grande influência alemã na cidade, principalmente na arquitetura, e com a quantidade de pessoas que falam o idioma. Eles estão em Joinville desde o dia 6 de abril e já passaram pelos principais redutos germânicos da cidade. Eles cumprem os últimos compomissos sociais nesta noite e voltam para a Europa amanhã.

Em fevereiro de 2009, o então deputado cantonal de Schaffhausen, Charles Gysel, também visitou o Poder Legislativo joinvilense com o mesmo propósito do casal Hafner. Leia mais sobre esta ocasião aqui.

Fotos de Sabrina Seibel.