Presidente Odir define pendências com Dalbosco

0
69

Vários assuntos foram debatidos na tarde de hoje, pelo presidente da Câmara de Vereadores de Joinville (CVJ), vereador Odir Nunes, pelo diretor geral do legislativo Flávio Eugênio Boldt com o chefe de gabinete da prefeitura, Eduardo Dalbosco. O parlamentar lembrou que já encontra-se no cofre da prefeitura R$ 700 mil, oriundos dos repasses do duodécimo da câmara, para a construção da passarela, sobre o rio Cachoeira, ligando o Centreventos Cau Hansen a Câmara e aos fóruns da Justiça Estadual e Federal. Dalbosco garantiu que todo o tramite para a realização da obra está transcorrendo normalmente, inclusive o edital para o processo licitatório deverá estar sendo publicada, na próxima semana.

Também foi tratado sobre os clubes, localizados no entorno do aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, no bairro Cubatão, que terão de sair dali por conta das obras de ampliação do aeroporto. “Não podemos deixar que fiquem sem um local para se instalarem, uma vez que cumprem um papel social e esportivo de relevância para Joinville, promovendo esporte, saúde, entretenimento e lazer para significativa parcela da comunidade”. O chefe de gabinete sugeriu que seja feita uma reunião entre os clubes, a CVJ e o secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico Rodrigo Thomazi, que está coordenando todas as etapas da parte da prefeitura.

Odir questionou ainda sobre a alteração de zoneamento da região do Golf Country Clube, solicitação já protocolada na prefeitura e sobre uma definição da legalização do camelódromo, onde, de acordo com o parlamentar a prefeitura poderia, através de um termo de ajuste de conduta fazer o processo licitatório que tornaria sem efeito o termo de permissão de uso regulamentando o funcionamento do local. O vereador solicitou que seja agilizada a permuta entre a prefeitura e o proprietário do terreno atrás da sede da CVJ, que será utilizada para a ampliação do estacionamento da câmara.{jcomments on}

Foto: Sabrina Seibel