Profissionais discutem a saúde da gestante e do bebê

0
56

Mudar a cultura das mães em relação ao pré-natal, ao parto e ao aleitamento materno. Esses são alguns dos desafios dos profissionais que atendem pacientes antes, durante e depois do parto. Para discutir esses temas, foi realizada a III Jornada de Perinatologia. O evento o ocorreu na Câmara de Vereadores de Joinville e o vereador Jucélio Girardi participou da abertura e deu as boas vindas aos profissionais de saúde.

A médica Raquel Rocha Pereira conta que em sua tese de mestrado constatou que 80% das mulheres preferem parto normal, mas o medo de por em risco o bebê e por medo da dor muitas vezes acabam optando pela cesárea. “Precisamos mudar a formação do médico para que ele passe mais informação a gestante e seja menos intervencionista”, avalia Raquel.

Além de esclarecer que o parto normal é seguro para mãe e o bebê, outro desafio é estimular o aleitamento materno. “A nossa cultura é de que tudo que é de graça não presta, ninguém quer ser pobre e comprar um leite caro ainda é status, cabe a nos enriquecer o aleitamento materno, para isso é preciso que as campanhas sejam constantes”, argumenta a médica.

Para atingir esses objetivos a maternidade Darcy Vargas, está investindo cada vez mais em educação, pesquisa e treinamento. “Além disso, estamos aumentando o número de residentes”, esclarece a cardiopediatra Mona Simões.

Foto Nilson Bastian