Cultivador de orquídeas é Cidadão Benemérito

0
310

A outorga do título de Cidadão Benemérito para Wilson Eugênio Quandt, presidente da Associação Joinvilense de Amadores de Orquídeas (Ajao), coincidiu com a data em que comemoraram-se os 494 anos da Reforma Luterana, fato lembrado pelo vereador Alodir Alves de Cristo, que foi o proponente da comenda e os demais oradores, considerando que o homenageado é luterano e também a maioria dos convidados na platéia, tornando-se numa distinção da sessão solene. Wilson Quandt, desde jovem já acalentava o cultivo pelas orquídeas, pois quando menino presenciava a Festa das Flores como um dos maiores eventos destacados da cidade.

Associou-se a Ajao em 20 de junho de 1967 e, desde então, já exerceu os cargos de diretor-técnico, vice-presidente e presidente. Da mesma forma também foi guindado aos mais altos cargos na Federação Catarinense de Orquidófilos e é possuidor de uma coleção com mais de cinco mil espécies de orquídeas como as raras: Laelia Purpurata, Phalaenopsis, Cattleyas, Híbridos, Maxilarias, Miltônias, Wandas e Encyclias, além de outras. A mais importante festa que integra o calendário turístico de Joinville, a Festa das Flores que já reuniu mais de 200 mil visitantes, é organizada pela Ajao.

E que ao longo dos últimos anos já recebeu importantes prêmios como em 1991, com o Prêmio Imprensa Turismo (PIT) – Evento de Destaque Turístico -, promoção do Jornal do Comércio e Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do Rio de Janeiro. O “Swiss Tourism Award (2007), considerado o “Oscar” Suíço do Turismo, que reconheceu Joinville como Cidade das Flores e destinação de forte vocação turística na categoria patrimônio a ser protegido com divulgação na imprensa da Europa. Em 2008 foi realizada Exposição Internacional dos 70 anos da Ajao, com a participação de expositores de diversos países com juízes internacionais da American Orchid Society.

Vale lembrar que foi neste ano que a festa foi marcada com a realização da importante Conferência Internacional da Biodiversidade e Conservação da Mata Atlântica e atingiu público recorde de 200 mil pessoas. O vereador Alodir Alves de Cristo, lembrou que a homenagem deve-se ao destacado currículo e história de dedicação de Wilson Eugênio Quandt que recebeu mais de 300 premiações em exposições locais, estaduais e nacionais, destacando a de setembro de 1996, quando obteve o primeiro lugar na 15th World Orchid Conference, com a Cattleya Paulo Hope Cehulia, no Rio de Janeiro.

“Por todos esses relevantes serviços prestados, ao engrandecimento do cultivo desta notável flor que notabilizou o nome da cidade de Joinville, do fortalecimento do turismo local e do nosso Estado é sugerimos este reconhecimento, em meu nome, em nome do Poder Legislativo e da nossa comunidade para este abnegado cidadão joinvilense, exemplar pai de família e grande amigo”, revelou Cristo. Também as vereadoras Tânia Eberhardt (PMDB) e Dalila Rosa Leal (PSL), representando os seus partidos, enalteceram a trajetória de sucesso de Wilson Quandt. Não somente pela sua dedicação no cultivo de orquídeas, mas pela sua preocupação em fazer com esta atividade repercutisse em favor do fortalecimento e o ineditismo que faz com que Joinville seja reconhecida como cidade destaque neste setor.

{loadposition 111031-1}

Fotos: Nilson Bastian