Urbanismo discute zoneamento no bairro Glória

0
253

Os vereadores que integram a Comissão de Urbanismo receberam hoje moradores do bairro Glória para discutir uma proposta de mudança de zoneamento em algumas quadras do bairro com ruas laterais à Rua Benjamin Constant. Eles temem que novas edificações aumentem o tráfego naquelas vias, comprometendo a segurança e a qualidade de vida dos moradores.

O zoneamento atual permite a construção edifícios de até quatro pavimentos. Há um prédio sendo erguido nestas condições. Os moradores negociaram a paralisação da obra com a construtora até que seja definido ou não o novo gabarito para o local.

O gerente da unidade de planejamento da Fundação Ippuj, Gilberto Lessa, defendeu a ideia de que a cidade está crescendo, que o adensamento populacional pode causar prejuízos a alguns, “mas é necessário”.

Após aconselhar os moradores para que tentem resolver a situação diretamente com o poder executivo, os vereadores acertaram a realização de uma audiência pública para ponderar as opiniões de todos os envolvidos e, assim, chegar a uma solução. Ainda não foi marcada data para o encontro.

Em um segundo momento, os vereadores deliberaram os pareceres dos projetos de leis nº 72/09, que obriga a implantação de sinalização e redutores de velocidades em frente a estabelecimentos educacionais; nº 125/10, que propõe modificação na lei que regula a identificação de veículos públicos; e o nº26/11, que autoriza a concessionária de coleta de lixo urbano a explorar comercialmente o gás metano do aterro sanitário.

Legislação e Urbanismo arquivam projeto

Antes da reunião ordinária, os vereadores da comissão de Urbanismo realizaram um encontro conjunto com os de Legislação para discutir projeto de lei do vereador Adilson Mariano, que propunha a instituição do Código Municipal do Meio Ambiente. As comissões negaram admissibilidade à proposta por entenderem que ela inviabilizaria algumas ações consideradas importantes para o município, como a extração de saibro e minérios.

Foto: Sabrina Seibel