Vereadores discutem Emenda 58 com empresários

0
67

Na reunião realizada, na tarde de hoje, na Câmara de Vereadores de Joinville, entre os vereadores, entidades empresariais e líderes de 13 partidos políticos não houve definição quanto a revisão da representatividade no parlamento municipal. Os partidos políticos entregaram uma carta onde apresentam uma proposta que entendem irá reduzir os gastos com cinco itens, sendo: não aumento dos salários dos vereadores para a próxima legislatura; diminuição em 25% o valor destinado aos assessores; redução no número de comissionados; redução do número de carros alugados; e limitar em 4% o repasse constitucional do executivo para o legislativo.

Consta ainda que, o corte deve ocorrer nas atividades meio com a preservação fim que é o vereador e que, “a ampliação do número de vagas abrirá possibilidades de maior participação popular”. Para os presidentes dos partidos que assinaram a correspondência (PT, PSC, PP, PSB, PRB, PHS, PSL, PR, PC do B, PT do B e PRP), a cidade cresceu e é a maior cidade do Estado, “é natural é necessário ter o Poder Legislativo ampliado a exemplo de Florianópolis, Criciúma e outros”. Os partidos que estavam na reunião e não assinaram a carta: PSDB, PMDB e PTN. Participaram da reunião também os presidentes da Acij, Udo Dohler, da Ajorpeme, Diogo Henrique Otero, da CDL, Carlos Grandene, da Acomac, Vilmar Steil, da OAB, Miguel Teixeira. Ficou estabelecido que dentro de 30 dias será realizado um outro encontro para a avaliação das sugestões constadas na carta.

Foto: Sabrina Seibel