Odir e Bento conhecem VLP e lixo de Paris

0
71

Os vereadores Odir Nunes, Presidente da Câmara de Vereadores de Joinville e Manoel Francisco Beto, líder do governo na casa visitaram esta semana, uma usina de tratamento térmico de lixo o trem VLP – Veículo Leve sobre Pneu em funcionamento na cidade francesa de Clermont-Ferrand. Ambas as visitas oportunizam aos vereadores mais detalhes de sistemas que são hoje muito discutidos pela sociedade Joinville: uma como melhoria para a problemática do tratamento de resíduos e a outra para melhorar o trânsito da cidade, cada vez mais caótico.

A usina de tratamento térmico está localizada às margens do rio Sena, região central de Paris. Pelo processo de combustão, a usina processa diariamente 1.300 toneladas, gerando energia, vapor e aproveitando as cinzas para a construção civil e para preparação de base de pavimentação. A Usina de Tratamento de Lixo Tiru é administrada pelo Syctom, um consórcio formado por 96 municípios dos arredores de Paris. Odir Nunes, que defende o tratamento ode resíduos, aprovou o sistema e acredita ser uma excelente opção para Joinville.

A Câmara de Joinville já debateu esse tema com os municípios da região no início deste ano. Pela legislação européia, até 2015 nenhum município poderá encaminhar lixo orgânico para os aterros sanitários. Participaram das visitas o prefeito de Joinville, Carlito Merss, o secretário de Infraestrutura Urbana, Ariel Pizzolatti, o presidente da Conurb, Francisco de Assis Nunes, a presidente do Ippuj, Roberta Noroschny Schiessl, e o diretor executivo, Vladimir Constante.

Sobre a Usina

Todo o lixo reciclável é separado num processo anterior.

– Hoje na França 48% do lixo ainda vai para aterros sanitários 27% são incinerados; 11% é processo de compostagem; e 14% são reciclados.

– A Alemanha tem um processo mais adiantado – recicla 64% e incinera 35%.

– O processo de combustão na Usina tem uma temperatura entre 850 e 1000 graus centígrados.

– Na Europa 7,2% da energia elétrica são produzidos por incineração do lixo.

– A energia produzida é vendida no inverno para a calefação e no verão para refrigeração.

– O Museu do Louvre e a Catedral de Norte Dame utilizam energia gerada pela usina Tiru.

– Barueri, na grande São Paulo, está em processo final de licitação para contar com este modelo de tratamento de lixo por intermédio de uma PPP (Parceria Público Privada).

– Cada domicílio de Paris paga cerca de 100 euros por ano (cerca de R$ 270,00) para coleta e tratamento do lixo.

– Os resultados e os números do sistema são apresentados, anualmente, em audiências públicas e publicados em sites de entidades públicas.

 

Sobre o Sistema VLP de Clermont- Ferraud

– Linha implantada há cinco anos.

– Linha com 14 KM e 31 estações.

– Funciona das 5 da manhã até 1 hora da madrugada.

– Cada veículo tem quatro vagões com 33 metros de comprimento.

– Tempo para percorrer os 14 Km – 40 minutos.

– Velocidade média – 19 km\h.

– Velocidade máxima – 60 Km p hora.

– Capacidade por vagão – 250 passageiros.

– Valor da tarifa -1,40 euros -subsidiada pelo governo francês.

– Valores diferenciados para estudantes e escolares.

– Uma semana de tarifa – 13,50 e um mês 41,00.

– Parte da área central ao lado da praça principal só passa esse veículo.

– Tem largura de 2,20 m e altura de 2,89.

– O piso é baixo, a 25 cm do solo, permitindo acesso a todos.

– O trem tem ar condicionado e câmeras de monitoramento.

– Funciona com dois motores elétricos e dois equipamentos de tração.

– É guiado por dois pares de roldanas, inclinadas a 45º e mecanicamente agarradas ao trilho central.

– Conhecido na Europa como uma nova geração de tramway (modelo de trem).

Fonte – SECOM/PMJ