Zilnety aponta improbidade administrativa

0
110

O relatório final da comissão parlamentar de inquérito, conhecida como a CPI dos Móveis Escolares, apontou improbidade administrativa por parte da Prefeitura, do Secretário da Educação e seus subordinados. O relatório final da comissão ficou a cargo da vereadora Zilnety Nunes, que durante uma hora, na sala das comissões, fez suas considerações e apontou um “suposto esquema de fraude” na licitação para a compra de móveis escolares para o município. O caso teve início ano passado após uma carta anônima que denunciava um esquema de favorecimento na licitação. Os vereadores Jucélio Girardi e João Rinaldi foram contrários a aprovação do relatório. Os demais membros, Juarez Pereira, Joaquim dos Santos e a relatora foram a favor. Por três votos a dois, o relatório final da CPI foi aprovado.

Segundo a vereadora Zilnety, a comissão não tem papel de punir e sim, investigar possíveis irregularidades. Segundo o Regimento Interno, após sua conclusão o relatório será encaminhado à Mesa Diretora, para divulgação em plenário; ao Ministério Público; ao Poder Executivo; à comissão técnica afim com a matéria; ao Tribunal de Contas do Estado e ao Jornal do Município para publicação.

Veja o que já foi noticiado sobre a CPI

https://www.cvj.sc.gov.br/mostranoticia.php?cdnoticia=5785

https://www.cvj.sc.gov.br/mostranoticia.php?cdnoticia=5811

https://www.cvj.sc.gov.br/mostranoticia.php?cdnoticia=5841

https://www.cvj.sc.gov.br/mostranoticia.php?cdnoticia=5843

https://www.cvj.sc.gov.br/mostranoticia.php?cdnoticia=5846

https://www.cvj.sc.gov.br/mostranoticia.php?cdnoticia=5892

https://www.cvj.sc.gov.br/mostranoticia.php?cdnoticia=5226