Peixer fala de ações e desafios à frente da Mesa Diretora da CVJ

0
300
Maurício Peixer

Prestes a deixar a presidência da Mesa Diretora da Câmara, no fim deste mês, o vereador Maurício Peixer (PL) falou ao jornalismo da CVJ sobre as principais ações dos últimos dois anos e dos desafios que vêm por aí.

Ele dividiu o primeiro biênio da 19ª Legislatura com Tânia Larson (União Brasil), sua vice, e Érico Vinicius (Novo), primeiro-secretário. “Fiquei feliz pelo sucesso dessa gestão, graças à qualidade dos vereadores, dos debates e dos avanços”, afirmou o parlamentar, que está no sétimo mandato.

Para o presidente, uma das marcas da gestão foi a economia. Diárias de viagens para vereadores, verba de gabinete, carros e celulares exclusivos foram cortados. A contenção ajudou a CVJ a ceder R$ 18,2 milhões do seu orçamento a ações de pavimentação comunitária da Prefeitura.

Também foram destaques a aprovação da revisão do Plano Diretor, a municipalização da lei que permitiu construções a 5m dos rios tubulados, e a desburocratização de alvarás da Prefeitura.

“Foram várias ações que a Câmara realizou que melhoraram muito a qualidade de vida do cidadão joinvilense e dos trabalhos legislativos”, disse.

Para o futuro, Peixer acredita que é importante cobrar do governador eleito, Jorginho Mello (PL), que assuma pelo menos parte da folha de pagamento do Hospital Municipal São José. “Vamos fazer essa discussão porque Joinville gasta 40% da receita na saúde, 15% só no São José”, explicou.

O presidente ainda comentou sobre ações em execução para aproximar a Câmara da sociedade, como investimentos em cabeamento, internet e no novo sistema legislativo.

Nova Mesa

A eleição dos integrantes da Mesa Diretora para 2023 e 2024 será em 14 de dezembro, última sessão ordinária, como determina o Regimento Interno. Os vereadores da atual Mesa não poderão ser reeleitos para os mesmos cargos.